[user_role_editor except_roles=”aprovacao, bloqueado, none”]

Aos 100 mil pontos, e além

O Ibovespa bateu ontem a importante e histórica marca dos 100 mil pontos. Apesar do simbolismo dessa data, para nós, isso é só o começo.

Conforme temos destacado consistentemente desde as eleições, o Brasil se encontra em um cenário sem precedentes. O crescimento deve acelerar para 2% em 2019, a inflação está baixa e ancorada, os juros na mínima histórica.

A Reforma da Previdência está sendo priorizada, com proposta abrangente que surpreendeu o mercado, enquanto as nossas pesquisas mostram sólida aprovação do novo governo, positivo para a execução da agenda liberal.

Os riscos são inerentes, mas se a agenda reformista for bem executada, 2019 pode ser transformacional para o país. Nesse contexto, vemos a bolsa como o melhor ativo no Brasil, com potencial para atingir 125 mil pontos até o final do ano.

O caminho para os 125 mil pontos
1. Maior crescimento, taxas de juros mais baixas: com excesso de capacidade, desemprego ainda alto, inflação baixa e ancorada e uma agenda de produtividade em vigor, as taxas de juros poderiam permanecer mais baixas por mais tempo, o crescimento poderia surpreender ao longo dos próximos anos.
2. Lucros podem ser revisados para cima, com potencial ainda alto de alavancagem operacional – o consenso é de 25% de crescimento de lucro para 2019, mas apenas 12% em 2020 e 6% em 2021 – na nossa estimativa, os lucros podem crescer perto de 30% em 2019, 15% em 2020, 10% em 2021.
3. Menor taxa de desconto: Com riscos estruturalmente menores, o risco país poderia cair outros 0,5-1,0% ante os patamares atuais, convergindo a patamares próximos aos do México, por exemplo – estimamos que 1% a menos no custo de capital leva a revisão de +12,5% nos nossos preços alvos, em média.
4. Rotação de ativos domésticos para a bolsa: a alocação de recursos em ações está atualmente em 6,9% no Brasil, abaixo da média de 8,5% e do pico de 14% (sem incluir fundos de pensão) – com juros estruturalmente mais baixos, vemos potencial de voltarmos a testar o pico de alocação para a bolsa vivido em 2007.
5. Entrada de capital estrangeiro: o clima dos investidores estrangeiros em relação ao Brasil é de otimismo, acompanhando a narrativa de perto. Entretanto, os movimentos de investimento estrutural somente devem acontecer quando a Reforma da Previdência for de fato aprovada.

Apesar da alta significativa vista ao longo dos últimos seis meses, o Ibovespa ainda negocia em linha com seus níveis históricos, em 12,5x preço / lucro. Vemos potencial para que o índice negocie a prêmio, por uma combinação de crescimento de lucro acima da normal e taxas de desconto estruturalmente menores. Como referência, após a eleição de um governo reformista, o índice de ações indiano sofreu mudança de patamar, passando de uma média de 14x P/L para nível próximo a 16x P/L.

Volatilidade fará parte do processo, mas o risco retorno é atrativo
Apesar do nosso otimismo, estamos conscientes de que o processo de aprovação das reformas terá seus altos e baixos, e não descartamos a volatilidade. No entanto, com viés de médio-longo prazo, reiteramos nossa convicção de que a bolsa é a melhor classe de ativos no Brasil, com um risco-retorno muito atraente. Em um cenário pessimista, com a Reforma da Previdência diluída / atrasada, acreditamos que o Ibovespa poderia finalizar 2019 em 87.500 pontos (12,5% de queda), o que se compara aos 125.000 pontos em um cenário base, com a aprovação da Reforma da Previdência no terceiro trimestre (25% de alta) e aos 135.000 pontos no cenário otimista, com aprovação no meio do ano e pouca ou nenhuma diluição da proposta inicial (35% de alta). Além disso, a visibilidade em relação à reforma continua melhorando no Brasil, o que aumenta as chances de nosso caso base / otimista se materializar.

Qualquer dúvida, estamos à disposição.

Research XP

Fonte: https://xpilink.xpi.com.br/ev/PFIkx/CCI/6a34/DzHfTAZbS8u/BKVU/

 

[/user_role_editor] [user_role_editor roles=”none”] Você Não Está Logado

[/user_role_editor] [user_role_editor roles=”aprovacao, bloqueado”] Liberar Acesso

[/user_role_editor]