[user_role_editor except_roles=”aprovacao, bloqueado, none”]

Suzano: Sinergias, capex e mais; Positivo

A Suzano acaba de anunciar suas projeções de ganhos de sinergia com a combinação da Fibria e da Suzano, com NPV estimado em R$14bi, o que vemos como positivo. Além disso, a Suzano liberou a apresentação a ser usada nesta tarde no seu Investor Day, com destaque para guidance de endividamento em US$10bi (vs. US$13,5bi atuais), sua estimativa de Capex para 2019, assim como atualização em relação a potenciais opcionalidades de crescimento, mas com poucos detalhes ainda.

A Suzano vai sediar hoje seu evento anual com investidores em NY, com início às 13:30hrs de Brasília, no qual esperamos que maiores detalhes sejam dados em relação aos temas acima mencionados, manteremos todos à par.

Sinergias podem atingir NPV de R$14bi
Estimamos um NPV total de R$14bi advindo das sinergias, o que vemos como positivo, sendo R$10bi das sinergias operacionais e R$4bi das tributárias. Em relação às sinergias operacionais, a Suzano espera capturar no período de 2019 a 2021 entre R$800-900mi por ano (antes da tributação), em bases recorrentes após 2021. A Companhia espera atingir 40% dessas sinergias operacionais em 31 de dezembro de 2019, 90% em 2020 e 100% em 2021. Tais sinergias advém de reduções de custos, despesas e investimentos de capital provenientes das áreas de suprimentos, florestal, industrial, logística, comercial, administrativa e de pessoal. Além das sinergias operacionais, a Suzano espera alcançar sinergias tributárias que gerarão dedutibilidade estimada da ordem de R$2bi por ano no período de 2019 a 2021, a serem deduzidas ao longo do tempo.

Opcionalidades de crescimento, ainda poucos detalhes
Em relação ao crescimento, na apresentação liberada ao mercado, a Suzano menciona uma série de opcionalidades de crescimento, mas sem detalhes ainda. Dentre as opcionalidades, a Suzano inclui potenciais investimentos de expansão em celulose (o que vemos como provável ao longo dos próximos 2 anos), lignina, fluff, nanocelulse. A Suzano também menciona na apresentação uma meta de atingir endividamento de US$10bi, o que se compara com os US$13,5bi atuais.

Capex estimado em R$6,4bi para 2019
Em relação ao Capex, a Suzano anunciou um CAPEX total de R$6,4bi para 2019, acima dos nossos R$4,1bi, dos quais R$4bi referem-se à manutenção, que já incorporávamos, e o saldo advindo de investimentos em projetos como as aquisições de terras e florestas da Duratex, e o investimento em ativos logísticos de portos, bem como eventuais novos investimentos em terras e florestas.

Fonte: https://xpilink.xpi.com.br/ev/PFLxD/CCI/825e/DzHfTAZbS8u/BKVU/

 

[/user_role_editor] [user_role_editor roles=”none”] Você Não Está Logado

[/user_role_editor] [user_role_editor roles=”aprovacao, bloqueado”] Liberar Acesso

[/user_role_editor]